Segunda, 30 Abril 2001 00:00

(Diário) de Florianópolis ao Alasca

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)
MENU 30/04 à 03/05 - Florianópolis (SC) - Porto Alegre (RS) 03/05 à 16/05 - Porto Alegre (RS) - Comodoro Rivadávia (Chile) 16/05 à 24/05 - Comodoro Rivadavia (Chile) - Antofagasta (Norte do Chile) 24/05 à 26/05 - Antofagasta (Chile) - Arica (fronteira Chile/Peru) 26/05 à 03/06 - Arica (fronteira Chile/Peru) - Norte do Peru 03/06 à 11/06 - Norte do Peru - Cartagena (Colômbia) 11/06 à 22/06 - Cartagena (Colômbia) - Fronteira Panamá/Costa Rica 22/06 à 26/06 - Fronteira Panamá/Costa Rica - San Jose - Costa Rica 01/07 à 04/07 - San Jose - Costa Rica - Fronteira do México 04/07 à 18/07 - Fronteira México - Fronteira EUA 18/07 à 26/07 - EUA 26/07 à 01/08 - CANADÁ 01/08 à 07/08 - CANADÁ - ALASCA - PRUDHOE BAY 07/08 à 09/08 - ALASCA - PRUDHOE BAY - CALGARY - CANADÁ 09/08 à 28/08 - CALGARY - CANADÁ 28/08 à 12/09 - Calgary - Canadá - Mata-Mouros - MÉXICO 12/09 à 26/09 - Mata-Mouros - MÉXICO - PANAMÁ 27/09 À 12/10- PANAMÁ - MANAUS - AMAZONAS 30/04 e 02/05, COMO SE PODE VER, A FESTA CONTINUA!!! Das 18 hs a 23 hs do dia 30/04/2001 foi a nossa primeira…
Última modificação em Terça, 03 Mai 2022 08:49
Quinta, 02 Junho 1988 16:27

Um Sonho Realizado

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)
REVISTA DUAS RODAS N 156 – JUNHO – 1988 UM SONHO REALIZADO Chegar a Ushuaia, no extremo Sul do continente americano, era o grande sonho de João Gonçalves Filho, que conseguiu realizá-lo numa aventura de 12 mil km. É meio dia. Não fico para o almoço. A Patagônia está me esperando. Beijo meu harém (quatro filhas, a esposa, a sogra, duas cachorras e uma arara ) e ligo a Honda CBX 750F, que ronca alto. Saio cantando pneu em direção à um sonho que pretendia realizar há muito tempo: conhecer Ushuaia, o ponto mais austral do planeta, no extremo Sul da Argentina. Não consegui nenhum companheiro para esta aventura e como não queria adiar mais, resolvi encarar a estrada sozinho. Isso transformou minha aventura num teste de resistência, tipo um rali, onde eu queria tentar avaliar minhas condições físicas, pensando na própria aventura, até a Rússia. Desta forma, rodei até mais de 1.000 km num único dia. Apenas como termos comparativos, na minha aventura anterior ( Duas Rodas n º 150 ) para o Norte do País, rodei 11 mil km em 45 dias. Nesta aventura até Ushuaia eu percorri 12.000 km em 25 dias. Logo no primeiro dia de…
Última modificação em Segunda, 02 Mai 2022 16:46
Sábado, 09 Outubro 1999 16:11

15 Motos e um Destino: Valparaíso, no Chile

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)
REVISTA DUAS RODAS N 195 – NOVEMBRO – 1991 A CARAVANA PASSA... ... COM 15 MOTOS E UM DESTINO: VALPARAÍSO, NO CHILE. ERA A REALIZAÇÃO DE UMA IDÉIA DE WILLIAM DAMS, MECÂNICO DE FLORIANÓPOLIS (SC). CONFIRA. Quando ficou sabendo que uma caravana de 15 motociclistas iria fazer uma viagem de Florianópolis (SC) à Valparaíso, no Chile, o veterano aventureiro João Gonçalves Filho, o Gau, apostou com o idealizador da idéia, o mecânico William Robert Dams, sete caixas de cerveja como muitos desistiriam no meio do percurso e só poucos chegariam ao destino final. João, com muitas aventuras no currículo – entre elas a pioneira viagem de Manaus (AM) à São Paulo pela Transamazônica pilotando uma Harley Davidson 1200, publicada em DUAS RODAS N 16, de 1976 – já tinha até um lema para essa aventura coletiva: "como não viajar de motocicleta". Mas 15 dias depois da partida, ele havia perdido a aposta. A idéia de reunir a caravana surgiu num dos churrascos diários de fim de tarde na oficina de William, em Florianópolis. Freqüentada por muitos motociclistas, a oficina passou a ostentar, na entrada, uma placa – destas usadas para sinalização a pilotos em provas de automobilismo e motociclismo. Começava…
Última modificação em Segunda, 02 Mai 2022 16:24
Sábado, 27 Abril 1991 08:49

Mulas de Aço

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)
REVISTA DUAS RODAS N 196 - DEZEMBRO – 1991 MULAS DE AÇO Veja que incrível: motos de 125cc chegam a transportar até mais de 500 kg de carga na fronteira entre o Brasil e o Uruguai É ponto de honra para eles. A frase "não deu para levar na moto" não existe. São cerca de 60 motociclistas que levam diariamente mercadorias entre as cidades de Aceguá (RS), no Brasil, e Aceguá, no Uruguai – isso mesmo, elas têm o mesmo nome e ficam bem na fronteira entre os dois países. As mercadorias saem do Brasil, vindas geralmente de Bagé (a 70 km da fronteira) e são levadas, na sua maior parte, para Melo, no Uruguai (67 km da fronteira). Tudo pode ser transportado, desde óleo diesel, gasolina, bujões de gás, açúcar, Coca – Cola, geladeiras, móveis... enfim, qualquer coisa. É um "comércio informal" sem pagamentos de impostos na fronteira, já que os preços no Brasil são bem mais baixos (até três vezes menos, como no caso da gasolina). Entre os motociclistas que fazem o serviço, 95% são uruguaios e 90% das motos são Honda CG 125 brasileiras adaptadas a quadros de outras pequenas motos. O melhor dos "Panchos" (vamos chamá-los…
Última modificação em Quinta, 05 Mai 2022 07:58
Avalie este item
(0 votos)
PRESENTE DE GREGO O (Gáu) João Gonçalves Filho esperava que sua viagem a Grécia fosse "um passeio no parque", mas enfrentou serras, asfalto liso, curvas e abismos. Viaje com o "Gau". O empresário João Gonçalves Filho, o "Gau", colaborador de DUAS RODAS e motociclista "juramentado", depois de muitas aventuras pelo Brasil afora, resolveu encarar um tour de Triumph pela belíssima Grécia, no melhor estilo mototurismo. Gozador, Gau menosprezou a programação do primeiro dia: cerca de 200 KM de percurso. "Essa quilometragem eu faço de costas", brincou ele. Mal sabia que enfrentaria serras, estradas com inúmeras curvas e um asfalto extremamente liso. Ao final do primeiro dia exausto, teve que aguentar a gozação do restante do grupo brasileiro que fez a viagem. Gau sentiu o que é um "presente de grego": esperava um tour tranquilo e viu-se diante de uma verdadeira aventura pelas estradas da Ilha do Peloponeso. Mas recebeu um outro presente dos deuses: a bela paisagem, que faz da Grécia um dos países mais bonitos do mundo. Acompanhe o relato de Gau. "Eu poderia escolher entre a Rota 66, a lendária auto-estrada americana, ou a Grécia, país de passado glorioso, de história densa de personagens reais e mitológicos. Era…
Última modificação em Quinta, 05 Mai 2022 07:57
Avalie este item
(0 votos)
CHUI AO OIAPOQUE X OIAPOQUE AO CHUI A MAIOR VIAGEM DE MOTO DENTRO DO BRASIL PASSANDO POR TODAS CAPITAIS BRASILEIRAS Todas as grandes viagens de moto sempre são planejadas, sonhadas, programadas e os dias contados para a grande largada. Chego num encontro de moto com uma BMW GS 1100 com 1.200Km rodados; Convidando a todos para ir à Manaus ver uma neta que havia nascido naquela capital. A gozação não demorou a vir: Com moto de mauricinho? Viajante aposentado! Moto de velho etc..; As 23 horas a GS fez o primeiro zero jogando pedaço de pneus nas motos dos "Bons"; O convite agora era ir do Chui ao Oiapoque, passando por Manaus para ver a neta ( Victoria).As 24 horas o segundo zero, quem foi rei não perde a majestade. No dia seguinte o convite era: Fazer Chui - Oiapoque, Oiapoque - Chui passando por todas as capitais. Uma semana depois a moto estava encima da caminhoneta rumando para o Chui de onde eu iria começar e terminar a viagem. Dia 05 de outubro as 17:15 a moto começa a rodar, os primeiros kilomentros são os mais difíceis, pela cabeça passa um turbilhão de coisas boas e ruins. Já rodei…
Última modificação em Segunda, 02 Mai 2022 16:26
Avalie este item
(0 votos)
REVISTA DUAS RODAS N 292 – 1999 JOÃO GONÇALVES FILHO, COLABORADOR DE DUAS RODAS, CONTA COMO FOI DESCOBRIR OS MISTÉRIOS DO CAMINHO DE SANTIAGO DE COMPOSTELA, NA ESPANHA, PILOTANDO UMA BMW R 1200 C. RODOU MAIS DE 2.000 KM PELAS TRÊS ROTAS MAIS CONHECIDAS. ACOMPANHE. Desenvolvi uma maneira original de preparar meu lanche: esquentava o pão, embalado em papel alumínio, deixando-o sobre o cilindro do motor da moto. Durante três dias, repeti esse ritual cada vez que encontrava uma sombra para fugir do sol forte, em pleno verão espanhol de 99. Os peregrinos lançavam olhares curiosos em minha direção, atraídos pela cena inusitada e pela imponente BMW R 1200 C, a "Cruiser". Muitos me saudavam com o balançar do cajado, um instrumento inseparável e tradicional para os que têm pela frente uma árdua caminhada de 813 km – para quem parte da França rumo à Espanha – no místico caminho de Santiago de Compostela. Muita gente passou por mim e era comum reencontrá-los, mais à frente, andando pelo acostamento da rodovia. Quando o caminho se transformava em pequenas trilhas, eu os "abandonava", já que nenhum veículo motorizado tem acesso à esses trechos. Seguia em frente pensando que muitas daquelas pessoas…
Última modificação em Segunda, 02 Mai 2022 16:25
Domingo, 18 Julho 1999 16:00

Woodstock em Faro-Portugal

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)
REVISTA DUAS RODAS N 290 – 1999 Woodstock em Faro Em Portugal acontece atualmente o maior encontro do mundo organizado por um motoclube. DUAS RODAS foi conferir de perto como é a muvuca que atrai motociclistas de toda a Europa. Para quem está acostumado aos encontros do padrão americano, como a Daytona Bike Week, ou aqueles que são organizados no Brasil – incluindo o Megacycle – a 18ª Concentração de Faro, promovida pelo Moto Clube de Faro, em Portugal, é uma grande e saborosa novidade. Pela primeira vez uma revista brasileira cobriu esse que é tido como o maior do mundo organizado por um motoclube e o segundo maior encontro europeu – só perdendo para a motofesta em Jerez de La Frontera, Espanha, na época do Grande Prêmio de Motociclismo. Duas Rodas esteve em Faro, cerca de 300 km ao sul de Lisboa, representada pelo colaborador João Gonçalves Filho, o Gau, experiente motociclista e profundo conhecedor de encontros em Daytona e no Brasil. Acompanhe o relato de Gau e divirta-se. A "concentração"- como se definem um encontro – foi na segunda quinzena de julho de 99. Com certeza, não há nada parecido por aqui CERVEJA E SARDINHA Faro realmente me…
Última modificação em Segunda, 18 Abril 2022 16:09
Sábado, 26 Junho 1999 14:25

Península Ibérica

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)
PENÍNSULA IBÉRICAHoje dia 26/06/99 chegou mais um grande dia, a 13000 metros de altura rumo a Lisboa. Duas Rodas confirma com a BMW da Espanha que a moto estará esperando por mim em Madrid a partir do dia 28/06/99 após as 10 hrs.Nunca fui tão britânico, as 10 hás. e um eu estava conhecendo o Sr. Pereira diretor da BMW da Espanha. A moto chega com meia hora de atraso e me pedem desculpas pelo atraso, pois mandaram colocar bolsas laterais (de couro), e um pára-brisas na mesma. A moto não tem 2000 km rodados .Me despeso do Sr Pereira e saio do Sub-solo do prédio da BMW, ainda meio tonto e meio sem jeito. A dois meses atras comprei uma BMW GS1200 para poder me preparar para rodar bem em Portugal. Não tive tempo e não consegui rodar 1000 km com a moto em dois meses. Quando comprei a GS fazia 3 anos que não andava de moto. Quando a moto saiu do prédio a ganhou as ruas de Madrid, as pernas tremeram. Ate a Concessionária Ibéria BMW são 25 km, esta concessionária aluga e viagens de moto dentro da Europa.Almoçamos com eles , arrumo a bagagem na moto,…
Última modificação em Segunda, 18 Abril 2022 14:48
Quarta, 14 Abril 2004 14:17

O Homem de Um Milhão de Quilômetros

Escrito por
Avalie este item
(1 Votar)
Para João Gonçalves Filho, o conhecidíssimo Gau, não há uma última viagem. "Minha última viagem vai ser pro inferno. E eu não vou por vontade própria só se alguém me levar." Brinca. Aos 57 anos e com mais de um milhão de quilômetros rodados, Gau, sempre planeja a próxima aventura. "Agora vou partir de Portugal, cruzar a Europa até a Rússia e depois vou para a China". Isso porque há dois anos, ele voltou de seu maior desafio, o projeto Alasca-Ushuaia-Alasca. Percorreu mais de 75.000 km da Terra Del fuego, no sul da Argentina até Prudhoe Bay, no Alasca, ida e volta. Mas atualmente Gau está sem moto. "Se eu tenho moto já quero viajar. Não adianta. Não estaria em casa agora".Revela o pai de seis filhos – quatro filhas do primeiro casamento, e dois jovens meninos do segundo matrimônio Amor à primeira vista Desde que pilotou uma vespa, aos 16 anos, Gau apaixonou-se por motos."Quando jovem eu já planejava viajar de moto pelo mundo. Sempre fui uma pessoa inquieta". Nascido em Palhoça, Santa Catarina, onde reside hoje, passou grande parte da vida buscando novos desafios. Com isso entrou para a Marinha Brasileira. "Tinha vontade de ser pára-quedista". Serviu em…
Última modificação em Segunda, 18 Abril 2022 14:48
Sábado, 15 Agosto 2009 11:48

Do Litoral de Guarujá-SP até Fortaleza-PE

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)
REVISTA MOTOSHOW Nº.22 DEZEMBRO DO LITORAL DE GUARUJÁ ATÉ FORTALEZA UMA BOA OPÇÃO DE FÉRIAS As férias estão chegando. Você está planejando uma viagem pelo litoral brasileiro, acompanhando as praias, com talvez uma volta pelo sertão? Então leia com atenção a reportagem dos nossos dois amigos, que fizeram este roteiro completo no último mês de setembro (a história é contada pelo João Gonçalves Filho, o "Gaúcho"). A idéia de viagem surgiu aproximadamente no mês de junho. A gente tinha-se encontrado numa viagem pelo Oeste do Brasil, indo para Cuiába, Porto Velho e Manaus (ver Motoshow nº.5, "Uma voltinha úmida pelo Brasil"), pela BR364, hoje asfaltada. Decidimos ir acampando e fazendo nossa própria comida, e acertamos o início da viagem para o dia 20 de agosto. Aqui está a relação das coisas que levamos, algumas úteis, a maioria desnecessária, como veremos durante a viagem: saco de dormir, barraca para dois, lampião a gás, fogareiro a gás, lanterna, canivete, faca, facão, botas de cross, farofa, arroz, feijão, lingüiça, macarrão, sopa desidratada, cantil, máquina fotográfica, filmes, panela especial de camping com pratos, frigideira, talheres e caneca, estojo de primeiros socorros, uma garrafa de pinga, um litro de uísque Chivas Regal, 300 chaveiros, 4…
Última modificação em Segunda, 18 Abril 2022 14:49
Terça, 12 Abril 2022 11:18

João Gonçalves Filho - GAU

Escrito por
Avalie este item
(1 Votar)
JOÃO GONÇALVES FILHO (GAU) Por volta de 1998, João Gonçalves Filho (Gau) em suas andanças pelo Norte do Brasil, recebeu apoio do motociclista Aires do Amaral, quando de sua passagem pelas péssimas estradas da Região Amazônica. A partir desse episódio, sentiu necessidade de criar uma rede de apoio aos motociclistas viajantes, algo sem qualquer preconceito com relação a estilo ou tamanho da motocicleta e poucas regras, afinal essas são detestadas pelos motociclistas, pois moto é um dos símbolos mais representativos da liberdade. Assim nasceu a atual concepção e filosofia do Brazil Rider’s como a conhecemos atualmente, focado no “motociclismo de viagem” através do objetivo principal: “possibilitar ajuda mútua aos motociclistas em viagem pelo Brasil e Exterior, através dos seus integrantes cadastrados no site”, porém, não necessariamente atrelado a isso para interagir interna e externamente. Clique aqui e assista a um breve relato do Gau na sua passagem pelo Amazonas em 2018. Sobre Nós A Rede Brazil Rider’s trata todos por igual, independentemente do estilo, tamanho ou valor da motocicleta, posição social, credo ou raça, sem cobrança de mensalidade ou qualquer custo adicional. Entretanto recomenda que seus Integrantes priorizem a aquisição de produtos da Lojinha, cujos "royalties", bem como o percentual…
Última modificação em Quinta, 14 Abril 2022 13:56
Avalie este item
(1 Votar)
Título: A Primeira Moto na TransamazônicaRevista: Duas RodasAno: 1976País: BrasilRegião: AmazôniaCidade: Manaus
Última modificação em Segunda, 18 Abril 2022 14:49
Quinta, 05 Agosto 1976 00:00

Manaus a Porto Alegre-1976 - GAU

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)
Título: Manaus a Porto AlegreRevista: Duas RodasAno: 1976País: BrasilCidade: Manaus
Última modificação em Segunda, 18 Abril 2022 14:50