Diário de Bordo
Segunda, 28 Janeiro 2019 10:00

Revisitando o Atacama 2018

Escrito por
Avalie este item
(2 votos)
Revisitando o Atacama 2018 Passados nove anos de nossa primeira passagem pelo deserto do Atacama, resolvemos refazer o mesmo percurso de 2009, apenas para curtir um pouco de estrada e também para a mais nova Cuturneira (Paula) ser apresentada a Cordilheira dos Andes. Optamos pelo mesmo percurso, no mesmo sentido, apenas com uns pontos diferentes para pernoite. Sabidamente iremos enfrentar algumas situações novas, seja pelo dinamismo da mãe natureza, seja pela época do ano menos apropriada para viajar em moto pela região andina em que nos encontraremos no retorno. Quinta (01/02/2018) Dia 01: Passo Fundo (RS) – Quaraí (RS) – 667 km Ao sair de casa pela manhã, com temperatura nos agradáveis 21°C, o hodômetro da moto apontava modestos 2.146 km, marcando a iniciação de minha nova companheira de longas viagens, uma Suzuki DL 650 V-strom XT ano 2018. A primeira parada para abastecimento foi em Santa Maria, foi onde avisei ao amigo Eder Velasque, do Campanas Moto Grupo de Alegrete, que passaria em sua cidade para dar um abraço e trocar algumas palavras. Cheguei aos pagos alegretenses por volta das 14 h, o Eder me aguardava na entrada da cidade para me guiar até sua casa, onde fui recebido…
Última modificação em Terça, 12 Março 2019 11:20
Sexta, 25 Janeiro 2019 19:21

Onze Motociclistas, onze destinos

Escrito por
Avalie este item
(1 Votar)
Onze Motociclistas, onze destinos. Himalaia
Última modificação em Terça, 12 Março 2019 16:05
Avalie este item
(1 Votar)
Fernando Nienkotter foi até a casa do expedicionário Edson Mesadri, que já esteve no Alaska, para bater um papo descontraído.
Última modificação em Terça, 12 Março 2019 16:05
Avalie este item
(3 votos)
16/05/2018 Aimogasta X Santa Fé Você está pensando, mas está de moto ou avião para andar tanto assim em um dia ... (risos). Eu ficaria pela argentina até sábado, mas consegui ganhar tempo nos últimos 2 dias, graça as oportunidades e trechos sem muitas paradas. Queria chegar ao Rio Grande do Sul em um passeio de motos organizado pelo grupo Bicho Véio de Soledade no Rio Grande do Sul Seguido por Eduardo, RN38 onde passamos por uma bela estrada, não há Valle Hermoso à esquerda seguindo pelo Camino Del Cuadrado, uma vez toda curvada, com uma bela visão da Reserva Municipal Hidrica Recreativa Natural Los Quebrachitos. Esse caminho além de bonito desvia toda a grandiosa cidade de Córdoba. Já na RN19, quando comprei-nova, uma frota firme firme e forte. Em Santa Fé procurando por um hotel um taxista perguntou se eu estava perdido, expliquei que procurava algo para passar a noite, nada muito caro. Interessante como nossos hermanos são prestativos, o cara disse para a seguinte, parando na porta de um hotel, como as minhas fotos para ele e fui fazer o check-in. Depois de arrumar as coisas no quarto, foiregular uma corrente que estava um pouco frouxa e também…
Última modificação em Terça, 12 Março 2019 11:07
Avalie este item
(1 Votar)
11/05/2018 Susques (Argentina) X San Pedro de Atacama (Chile) Amanheceu e o que faz esqui mais 5 graus, baah, vai ser de congelar como orelhas (risos). Comida e bebida, café e café da manhã pelo hostel. Quando alguém bate as mãos e os pés já estão em um picolé de gelados, nenhum corpo calvo às máquinas térmicas, à medida que segue mais a altitude ficava chegando aos 4.831 como pude registrar. Na aduana tudo tranqüilo, feito nos treinos legais e continua na viagem, não há mais países para fotos, cada vez mais chegando ao Fim do mundo (Ushuaia) . A esperança chegou a hora, mais uma conquista e muitas historias para contar, uma emoção e felicidade dentro do capacete são indescritíveis. San Pedro de Atacama é uma cidade praticamente voltada para turismo, onde estão os quartos separados para todos os bolsos e gostos, ficari hospedada por 3 dias, entre amigos do Rio e São Paulo no Hostal Cruz de Atacama, na rua Toconao com a Caracoles, qualquer outro tipo de luxo, mas o preço de 8.000 pesos por dia estava super tranquilo. É aqui em San Pedro que estão como agências de turismo de onde sair para visitar o Deserto…
Última modificação em Quarta, 23 Janeiro 2019 17:51
Avalie este item
(1 Votar)
13/05/2018 San Pedro de Atacama O passeio de madrugada e com um passeio frio não é fácil, o passeio para os irmãos está às 5 horas, localizado a 90 quilômetros de São Pedro, a quase uma hora da praia da Bolívia em uma altitude acima de 4.300 metros. Nosso guia Carlos passou como instruções em espanhol e inglês. A entrada custou 10 mil pesos (60 reais), ou seja, entre o tour ea entrada custaram uns 160 reais, na entrada do campo geotérmico há um termômetro. No dia em que foram marcava 14 graus abaixo de zero. Nenhum ano pode chegar a 30 graus negativos. Pensa que a coisa não é meio de um vulcão. O episódio começa bem cedo, mais ou menos às 6h da manhã. Enormes fumarolas escapam através de buracos e fendas sem solo. Lenços de arraste de água entram em contato com as pedras quentes, provocando pequenas explosões. Quarenta minutos após a nossa chegada, nosso guia preparou o café da manhã, servido ali mesmo. Em seguida, quem quiser pode ir para uma piscina termal que fica no próprio campo geotérmico, uma água da terra entre 40 e 50 graus é incrível. Não me encorajei a entrar na…
Última modificação em Quarta, 23 Janeiro 2019 17:51
Avalie este item
(1 Votar)
09/05/2018 Termas de Rio Hondo X Salta O dia não tinha sido esclarecido e estava seguindo para Salta, via Tafí Del Valle e Cafayate. Por que eu fiz isso? Por que uma vez por todas as partes? mais na viagem recomendo fazer o roteiro que fiz, vale a pena. Antes de Chegar em Tafi del Valle TEM Uma subida em Meio a Reserva Provincia Los Sosa MUITAS COM curva No Meio da estrada, encantadora Onde você vai andar Muito Devagar Às subidas e Paisagem Incrível. A trilha é pavimentada, porém, estreito e a condição de seu pavimento é bastante articulada, com pouca sinalização e algum tráfego. Em meio à subida você vai encontrar a figura do Monumento ao Índio, obra do artista tucumano Juan Carlos Iramain. Este lugar e Um albergue, PODEMOS Comprar artesanato, Têxteis e Produtos Regionais, Um pouco de comida para Passar e Uma foto de gravação Inevitável para fazer o monumento, cercado Por uma seca verde. A mata verde para a areia Sim, é muito interessante, em questão de pairar antes de chegar La Angostura o que era verde passa por uma terra, pedras preciosas e uma vegetação seca, está quase vazia? Tafí Del Vale está localizado…
Última modificação em Quarta, 23 Janeiro 2019 17:51
Terça, 26 Outubro 2010 11:29

Viagem a Província de Neuquén (AR)

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)
RELATO DE VIAGEM À PROVÍNCIA DE NEUQUÉN - ARGENTINA (26/10/2010 a 16/11/2010) (Muito mais “crônicas de viagem” do que “relato”) Por Jordan Wallauer P ilotar moto, isto foi o que decidi aprender quando fiz 60 anos, pois até então só sabia andar de bicicleta. Assim, meu presente aniversário e de Natal de 2008 foi uma Yamaha YBR 125cc, com a qual rodei exatos 550 km para aprender alguma coisinha sobre motos. No Natal de 2009 troquei esta moto pela Honda XRE 300cc, que carinhosamente chamo de La Negra, com a qual rodei 1.000 km (dois tombos incluídos, um bem doloroso) para fazer a primeira revisão, após o que viajei, em abril de 2010, para Montevidéu, acompanhando meu irmão Jonas, que tem uma XT 660. Pronto, isto bastou para me viciar nesta coisa de viajar, fazendo parte da paisagem e não ficar vendo a paisagem pela janela do carro, como diz o Cícero Paes. Logo após a viagem à Montevidéu começamos a planejar, para outubro/2010, uma viagem à Cordilheira Argentina, entre Bariloche e Mendoza. Ao Norte de Mendoza e ao Sul de Bariloche já havíamos viajado de carro e conhecíamos razoavelmente bem. Iríamos, os dois irmãos, de moto e as esposas…
Última modificação em Quarta, 23 Janeiro 2019 17:53
Avalie este item
(0 votos)
5.370 KM de XT pelo Centro Oeste do Brasil. Esta Viagem foi realizada por mim Gilmar Calais Assafrão, morador de Duque de Caxias/RJ, com uma moto Yamaha XT 600 E, no período de 11/02/2005 à 24/02/2005, onde foram percorridos um total de 5.370 KM. Pela primeira vez viajaria sozinho (pois meu amigo que ia comigo, não pôde ir, e minha esposa não poderia se ausentar do RJ, por motivos profissionais), porém estaria na companhia espiritual de Deus e Nossa Senhora Aparecida, que foram meus fieis companheiros durante toda a viagem. Outro diferencial desta minha viagem, em relação a outras realizadas anteriormente, foram os amigos virtuais do Clube XT600 que encontrei em algumas cidades por onde passei. Eu explico, dentre diversas sites existentes na “Internet” a respeito de motociclismo, me identifiquei muito com o “www.XT600.com.br”, destinado aos admiradores desta ótima moto da Yamaha. Como acesso o site quase que diariamente, passei a conhecer virtualmente, ou em alguns casos pessoalmente, diversos motociclistas de todo o Brasil, que comungam da mesma admiração por motos e viagens. Dentre estes amigos virtuais, tive o prazer de conhecer pessoalmente alguns nesta viagem, pois durante os preparativos, fiz contatos com os residentes nas cidades por onde passaria,…
Última modificação em Quarta, 23 Janeiro 2019 17:59
Sábado, 04 Fevereiro 2006 15:28

Assafrão pelo Nordeste em 2006

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)
8.000 kms de moto pelo Nordeste do Brasil . Esta viagem foi realizada por mim, Gilmar Calais Assafrão, morador de Duque de Caxias / RJ, Assistente de minha esposa, Simone Neto de Souza Assafrão, no período de 04/02/2006 à 24/02/2006, onde foram percorridos exatos 7.998 kms, passando por todos os estados do Nordeste, com uma moto Yamaha XTE 600 98. Depois de 2005 para a revista Centro-Oeste em 2005, da primeira vez que minha carreira iria me acompanhar, que seria uma viagem maior / aventura de moto, tanto pela distância quanto por percorrer, como pelas dificuldades com Em vias de ser-as-estradas, o perigo de assaltos no sertão da Bahia e em Pernambuco, e outros em um tipo de viagem. Porém, eleitores de Deus e Nossa Senhora Aparecida, que foram nossos companheiros de viagem, cuidando de nós em todos os momentos. Nesta viagem, também pudemos ter o prazer de conhecer os nossos amigos virtuais do “Clube XT”, Franz (Nosso cicerone no Ceará), Celinha, Carlos-PE, Léo Siri, Adelson-AL, entre outros, além de várias outras pessoas maravilhosas Que cruzam com o caminho de viagem, como a Lana e seu marido, de Luiz Correia, D. Terezinha, dona da pousada em Brejo Santo / CE,…
Última modificação em Quinta, 13 Dezembro 2018 17:48
Segunda, 02 Fevereiro 2004 15:28

Assafrão: de XT pelo SUL em 2004

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)
VIAGEM DE 4.200 KM PELO SUL DO BRASIL. (Rio-Balneário Camboriú-Florianópolis-Serra do Rio do Rastro-Foz do Iguaçu-Rio). Esta viagem foi realizada por mim, Gilmar Calais Assafrão, com uma XT 600 E, juntamente com meu amigo, José Juvenal Vaz, de NX 400 Falcão, no período de 02-02-2004 de 12-02-2004. Somos amigos e motociclistas e moramos em Duque de Caxias-RJ. Como em viagens de moto, uma das maiores vantagens, e estar em harmonia com o ambiente ao redor, e nós não tínhamos pressa. Resolvemos pela Rio-Santos, e pela estrada da Graciosa no Paraná, o que foi com uma grande precisão, devido aos deslumbrantes espectadores das mesmas, com muito mar e serra sempre nos acompanhando. 02-02-2004 - Nossa viagem às 6:00 hs da manhã de segunda-feira de sol forte, em torno de nós 720 km, sendo os primeiros 450 km, como já foi dito, de belíssimas paisagens, com o mar a nossa direita e a direita, o lindo verde da Serra que acompanha a estrada. No final da Rio-Santos, pegamos a Rod. Piaçaguera-Guarujá e depois uma Rod. Pedro Taques (Trânsito pesado e muitas carretas na altura de Cubatão-SP) até Mongaguá, onde almoçamos. Quando faltavam apenas 20 km para chegarmos a Registro-SP, já na Régis…
Última modificação em Quinta, 13 Dezembro 2018 17:49
Sábado, 24 Fevereiro 2007 15:28

Assafrão: Brasil/Argentina/Uruguai/Paraguai em 2007

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)
6.600 KMS DE MOTO PELO SUL DO BRASIL, URUGUAI, ARGENTINA E PARAGUAI. (2007) Depois de um ano de trabalho, mais uma vez chegaram as nossas esperadas férias. E como de costume, eu, Gilmar Calais Assafrão, e minha esposa, Simone Neto de Sousa Assafrão, colocamos nossa moto “XT 600 E” na estrada, nesta vez em uma viagem de 6.600 kms pelo Sul do Brasil. Também pela primeira vez, dando uma especial atenção a esta viagem, viajamos pelo Uruguai e Argentina e conhecemos também como capitais Montevidéu e Buenos Aires. A primeira incursão internacional sobre as rodas, um antigo sonho meu, apesar de uma perspectiva pequena, se mostrou muitíssimo interessante, sobre todos os aspectos. Foi muito gratificante conhecer um pouco da cultura, hábitos e costumes dos nossos vizinhos. Além disso, dismistifiquei os antigos conceitos que prevêem a mudança de costumes, documentos, idioma, hospitalidade, outras funções, comum em “marinheiros de primeira viagem”, como nós. Uma outra coisa que não chegou a ser um obstáculo, pois foi apenas uma constatação do que já foi lido em outros viajantes, mais deixou-nos muito felizes. Foi à cordialidade e simpatia do povo Uruguaio e Argentino em geral. As vezes, sem exceção, em nossa viagem que precisa de…
Última modificação em Quinta, 13 Dezembro 2018 17:49
Terça, 06 Dezembro 2011 15:27

Uma viagem além fronteiras ... Chile 2011

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)
UMA VIAGEM ALÉM FRONTEIRA. . . CHILE 2011 A grande viagem começa quando olhamos para os nossos pares e percebemos o desejo de ir alem, de conhecer lugares, de amar, admirar a vida e perceber que vale a pena ir alem. Descobrir algo, crescer e emancipar culturalmente. Perdido que Deus nos criou por amor e nossa parte de respeito e devoção. Nós somos humanos, meros mortais, enquanto estamos no mundo em que nos arriscamos por tantas adversidades e alegrias, liberdades e costumes, somos convidados a fazer o caminho. Sim, ele foi criado a imagem de Deus e por isso é além de nós mesmos é uma conquista que temos que fazer constantemente. Desde o momento de nossa concepção cruzam-se as etapas que desafiam os lugares desconhecidos e as situações que nem sempre imaginam. Assim se situa o coração de um motociclista que vai além, cruzar as fronteiras, conhecer os povos desta raça América do Sul, sofrida e explorada, mas rica de cultura, de sentimento e amor. Se pretende conhecê-lo um pouco mais nas suas entranhas e aprofundar o amor que tanto se cultiva. Esta viagem não brota do dia pra noite, mas sim, de um sonho, de um ideal. O…
Última modificação em Quarta, 23 Janeiro 2019 18:08
Sábado, 06 Novembro 2010 15:26

NOVA VIAGEM DE MOTO A NEUQUÉN, ARGENTINA

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)
VIAGEM DE MOTO A NEUQUÉN, ARGENTINA, (10/03 a 01/04/2011) Jordan Wallauer e Martha Tresinari B. Wallauer Em outubro / novembro de 2010, pilotando uma Honda XRE 300, percorrendo uma parte do centro e norte da província de Neuquén, na Patagônia Argentina. Minha esposa Martha iria de avião até a cidade de Neuquém, onde nos encontraríamos para alugar uma 4X4 e seguirmos juntos, já que ela tinha um trauma com relação a uma motos. Por razões de problemas de saúde, a família não pode viajar, mas ficou com a atenção aéreas. When Martha manifestou o desejo de me acompanhar como garupa - surpresa - providenciar uma troca de moto por uma BMW G 650 GS (que já ganhou o apelido de Gzinha), mais potente e confortável para dois, e voltei à Província de Neuquén, procurando Novos caminhos, para encontrar com Martha na cidade do mesmo nome. A primeira etapa da viagem, Urubici / SC a Ijuí / RS, envolveu a neblina e a garoa na serra catarinense, e a iniciativa nos planos catarinense e gaúcho. O primeiro lugar da pilotagem da G 650, que tem o lugar mais baixo, a possibilidade de ser muito consensuada, mas o melhor é o mata-cachorro…
Última modificação em Quinta, 13 Dezembro 2018 17:51
Avalie este item
(0 votos)
Em Pleno Inverno, de Motocicleta Pelo Planalto Catarinense. "Parecia Que uma garrafa de vinho havia Piscadó para MIM, um Carmenère chileno, otimo Preço passei A Mão e pensei: -. Vou Levar ESSA Comigo, pra . When Chegar Ao Hotel . UMAs Época Duas da tarde, frio pra caramba Recém havia chegado um Urubici, catarinense planalto, das Cidades Mais frias fazê país, DEPOIS de curtir espetaculares Paisagens Ao subir, solitário, uma Selvagem - also conhecida POUCO - Serra do Corvo Branco Detalhe:. em pleno inverno Sulino, somente eu e "Silvina", uma Triumph Tiger 955 prata (donde o apelido, de "prata"), ambos preparados para uma friorenta aventura "off-road". Naturalmente que os anjos da guarda foram convocados para uma empreitada. Temperaturas batiam recordes não vistos - ou sentidos - há muitos anos, são contados, voltados para sms e são em graus negativos, em madrugadas gélidas, girando em torno de zero grau durante o dia. Estava viajando desde cedo, com apenas algumas fotos de recuperação para um amigo " xixi " , algumas anotações sobre quilometragens percorridas e para fotografar cenas curiosas, ou placas indicadoras, sem o mesmo canto nem beber nada. Eram tantas as emoções ... que acabaram esquecendo ". Sexta-feira, 08 de…
Última modificação em Quarta, 23 Janeiro 2019 18:20
Avalie este item
(0 votos)
Retornamos, Martha e eu, no dia 07 de setembro de 2011, ao nosso refúgio nas montanhas, em Urubici, depois de um passeio, de moto, pelo Rio Grande do Sul. Foram 1.800 km em nove dias, tempo suficiente para deixar de lado o envolvimento com outras atividades, que não é apenas o prazer de rodar de moto. A primeira vez foi em Passo Fundo, depois de 8 horas de passeio pelo Planalto Catarinense e Rio Grandense, com a participação de um seminário em Belas Artes do Rio Pelotas e as pequenas e simpáticas comunidades e vilarejos entre Vacaria e Passo Fundo, com suas engraçadas de “VENDO AMEXAS E PESEGOS”, escritas à mão livre, que sempre querem fotografar e que depois são apagadas para trás. À noite jantamos um linguado ao leite de coco, acompanhado por um Torrontes 2009 do Valle de Cafayate, Argentina, no apartamento dos Borges, Luiz Felipe, Letícia eo café Ernesto, Brasil Riders como nós, que sempre quer primorosamente seus colegas moto-viajantes. No dia seguinte chegou a São Miguel das Missões para o público do Primeiro Encontro de BRs nas Missões. Hospedagem no Wilson Park Hotel, um hotel confortável e amplo com a arquitetura nas construções jesuíticas do sec.…
Última modificação em Quinta, 13 Dezembro 2018 17:54
Terça, 14 Fevereiro 2012 15:23

GAUDERIANDO PELO BRASIL - Cleber Winckler da Silva

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)
Gauderiando pelo Brasil No dia 14/07/2012, com uma vontade e alegria contagiante, mesmo com a próxima aproximação de 0 ºC, saímos para viajar de moto, Demasiadas meses e algumas reuniões de planejamento. Eu de TDM 900, o Renato Lopes de BMW 1200 GS, o Luiz Fernando Cunha de V-Strom 1000, O Vitor Hugo Dal Molin e o Luiz Pedro Mendonça de KAWAZAKI 1000 e o Edson Stubich de BMW 650, assim foi montado e montado para uma viagem de 21 dias, que intitulamos de GAUDERIANDO PELO BRASIL, com o roteiro - Santa Maria-RS / Natal - RN. O dia amanheceu e já foi passando por Julio de Castilhos em direção a Ibirubá, local pré-definido para o elevado e o primeiro café da manhã. Momentos como estes são sempre únicos e nos apontavam que eram de muita alegria, enviam os parceiros ao mesmo tempo "embodocados de frioCom um sorriso especial na cara. Após a colagem de adesivos, o café e o café continuaram viagem. Já em Santa Catarina, de belas gravações e passeios, almoços em Concórdia, quando espichamos como “cachuletas”, comemos algumas coisas como “camaradinhas”, “almoço e jantar”. carregado ... hummmm!). O logotipo teve uma parada, pois não tem efeito perigoso.…
Última modificação em Quinta, 13 Dezembro 2018 17:54
Quinta, 27 Setembro 2012 14:20

PORTUGAL DE MOTO EM OUTUBRO/2012

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)
PORTUGAL DE MOTO Por Gilberto Ferretti (BR de SC) Na Convenção do Brasil Rider's em Gravatal (SC) conhecemos a Paula Santos, da Sahara Mototours e logo surgiu o interesse pelo passeio. Em outro momento encontra um amigo que reside próximo a Coimbra (Carvalhal da Azóia). Também recebeu o convite e não deu para recusar. Vamos para Portugal, viajar para lá, de moto, o que é difícil para a minha mulher, mas para Portugal. Depois de estudar o roteiro, comprar o pacote com a Paula, comprar como passagens, aguardar uma infinidade de dias não passávamos, embarcamos no dia 27/09/2012 para Lisboa. Lá fomos pela pelo Mário, sócio da Paula. Logo nos levou para pegar uma moto, nos levou para um pequeno almoço ao lado do Rio Tejo e depois apareceu em um belo hotel. Nesta noite ficamos em Lisboa e Pastel de Belém, Mosteiro de Jerônimos, Ponte 25 de abril, Docas ... descanso. O Mário nos deu todas as dicas de viagem e nos acompanhou em uma loja onde adquirimos capacetes, casacos e intercomunicador. No dia seguinte, depois de um ótimo descanso, iniciamos nossa viagem com a mudança de casa de nosso amigo e seguimos até o norte de Portugal retornando…
Última modificação em Quinta, 13 Dezembro 2018 17:55
Sexta, 21 Dezembro 2012 13:17

Uruguay e Argentina - Dez 2012

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)
Viagem ao URUGUAI e ARGENTINA Realizada a partir de 21 de dezembro de 2012 Motociclista: Maurício Gava Felizmente ou Favorito em casa. . . Infelizmente por ter acabado ... Felizmente por tudo ter ocorrido muito bem nestes 6 dias de viagem ... Partimos na Sexta feira (21/12/12) rumo ao Chuí, uma rota de aproximadamente 820 km. Logo em Osório-RS após 150 km percorridos iniciados a chuva, foram quase 400 km até Pelotas-RS de muita água. Ao entrarmos na Reserva do Taim o sol felizmente deu como caras. As capivaras e jacarés são mais comuns. Foram quase 250 km de retas. Chegamos no Chui por volta das 15:00 onde pernoitamos no Hotel Rivero - contato (53) 3265-1287. Sábado o dia amanheceu muito bom, pela manhã os termômetros marcavam 14oC, partimos as 08:00 rumo á Punta del Este cerca de 230km pela Ruta 9, cambiamos um pouco de dinheiro e fizemos todos os trâmites. Por volta das 09:00 já estávamos dentro do Uruguai. No caminho fizemos algumas paradas, como no Forte de Santa Tereza, localizado na cidade de Castillos, infelizmente o forte só abre para visitação interna a partir das 13:00, por isso seguimos viagem. Durante uma seção de fotos a beira…
Última modificação em Quinta, 13 Dezembro 2018 17:56
Segunda, 14 Novembro 2011 15:14

UMA AVENTURA AOS SESSENTA

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)
UMA AVENTURA AOS SESSENTA DESTINO: CHILE Sentir o vento no rosto, cruzar as estradas sem hora pra sair ou prá chegar, conhecer novos lugares, novos costumes, novas línguas e, por que não, novos países. Foi pensando nisso que comecei a planejar uma viagem com minha esposa Elvira para o Chile. Nós sexagenários (ou sexalescentes como preferem alguns) não queríamos o conforto e segurança da agência de viagens, como a maioria dos casais acima dos sessenta costuma fazer. Tinha que ser uma aventura e que aventura. A ideia era fazer tudo isso sobre duas rodas, numa Shadow VT600, ano 1999. Foram seis meses de planejamento, organizando documentos: passaportes e da moto, revisões, seguros, mapas, GPS, internet móvel, bagagem, roupas, caixa de primeiros socorros, cartões de crédito e telefones para uso no exterior. Estudamos o trajeto, as condições de terreno, abastecimento, por onde passaríamos o clima em cada um dos países que atravessaríamos e, claro, as belezas naturais e atrações que iríamos poder presenciar pessoalmente. Entre tantas que a América do Sul possui o Parque Nacional do Aconcágua em Mendoza e a tortuosa estrada dos Caracolles Chilenos na Cordilheira dos Andes se destacam. Em viagem anterior já tínhamos ido à Bolívia, e…
Última modificação em Quinta, 13 Dezembro 2018 17:57
Avalie este item
(0 votos)
Expedição ao Deserto do Atacama Sem vontade de fazer uma grande viagem para o Deserto de Atacama. When me deparava com o relato de alguém que havia feito uma moto ou o carro tinha uma atenção muito grande e absorvida o máximo de informações, muito mais nos meus livros e revistas e conversando com os melhores amigos o sonho de chegar ao lá de moto ficava cada vez maior. Então, para o ano de 2018 decidi que em Dezembro a realizin-lo. Porém, em virtude de um contrato, minhas férias foram antecipadas para o mês de Maio, e agora ?! ... Pensei, fiz várias contas para ver uma mulher seria bastante e não era o que dava certo! Uhuul ... Muitos vão, mas vai sozinho? É perigoso? ... Enfim, precisava fazer e estava decidido, vou sozinho, mas sempre acompanhado por Deus e Nossa Senhora.Comprei alguns equipamentos que faltavam, 06/05/2018 Capinzal X São Miguel D Oeste Como de costume, quem consegue dormir direito na noite anterior a viagem? Eu não ... Adrenalina era um mil, levantei, organizava coisas como moto, e uma hora de despedida ... Em seguida foi dada uma largada. Até São Miguel, muito bem conhecido, meus amigos já aguardavam…
Última modificação em Quarta, 23 Janeiro 2019 17:51