Terça, 31 Março 2020 23:18

Expedição Bicho Véio na Amazônia - Dia 12 A 15/07/2018

Escrito por
Avalie este item
(0 votos)

12/07/2018

    Levantamos, arrumamos a tralhas nas motos, esperamos o nosso guia Valdemir chegar e então partimos em direção a Miranda, para nosso primeiro passeio turístico da viagem, o objetivo principal e chegar a Corumbá pela estrada parque.

    Primeira parada em Miranda, abastecemos as motocas, tomamos um café em um local que tem um casarão antigo, novamente “Tipa”.

 

Depois daqui ainda passamos pela famosa “Maria do Jacaré”, um local na beira da rodovia em uma ponte, onde se pode chegar bem próximo dos Jacarés, até tocar neles, mas nada de ver da Dona Maria, ela não estava.

Melhor não arriscar chegar tão perto né.

Ainda com um bom tempo de sol, chegamos à entrada da estrada Parque, nosso destino para esse dia era chegar na pousada São João que já estava pré agendada para nosso pernoite, pelo caminho a beleza do Pantanal.

Ao final da tarde, depois de passar por várias pontes, lugares incríveis, finalmente chegamos até a pousada, onde fomos recepcionados pelo proprietário, um senhor muito educado que a noite esteve com a gente degustando um bom vinho.

 

 

E assim, com o maravilhoso visual do Pantanal ao nosso redor, esperamos o anoitecer com muita conversa e ainda extasiados com tamanha beleza.  Depois que anoiteceu, fomos janta no restaurante da Pousada, várias pessoas de vários locais estavam por lá, depois retornamos para o mesmo local onde estávamos e ao redor de uma pequena fogueira ficamos noite afora contando causas e rindo muito, apareceu por lá um gringo que conseguiu se comunicar com a gente com um pouco do espanhol, embora a gente não entende quase nada de espanhol, o gringo cai na festa, experimentou todas as bebidas que tínhamos lá, no final das contas ficou bêbado e foi dormir.   Outro que bebeu todas foi o Marcelo, acabou dormindo do lado de fora da pousada mesmo.

 


Dia 13/07/2018

Amanheceu e fomos acordados pelo grito da bicharada, um espetáculo da natureza que é abundante por lá, arrumamos as tralhas novamente e pegamos a estrada em direção a curva do leque.

 

Para nossa surpresa só era possível ir pela Estrada Parque até a curva do leque, depois deste local as águas ainda estavam altas e cobriam a estrada, mesmo assim a diversão foi muito boa.

 

    Depois e todos nós ter brincado o suficiente no entra e sai na água, de muitas fotos, começamos retornar pela estrada até a Rodovia BR-262 para irmos até Corumbá/MS onde almoçamos. Ainda no caminho de volta pela Estrada Parque tivemos o primeiro perrengue, nosso amigo Vanderlei Luz caiu com sua Tiger 800 XC, havia um pouco de arreia e ele perdeu o controle da moto e foi ao chão, comprou um terreno no Pantanal, mas tudo certo com ele, sem ferimentos, apenas pequenos danos na moto que não foi problema para seguir a viagem, mas depois quando ele encerrou sua viagem e de volta a Passo Fundo, teve a surpresa que os pequenos danos deram PT na sua moto.

    Mas voltamos a viagem, chegando em Corumbá/MS o Valdemir já havia entrado em contato com o motero boliviano que nos acompanhou depois do almoço em um passeio por Puerto Soares, onde o Vanderlei deu uma ajeitada na moto e em seguida pegamos a estrada de volta para Aquidauana/MS.

    A noite foi chegando e a tocada teria que ser um pouco mais forte, o grupo acabou se dividindo, alguns tocaram mais na frente enquanto que o Doico e o Marcos Palmeiras acabaram ficando para trás, eu, Leonel e Valdemir ficamos no meio, chegamos em um posto em Miranda e esperamos os dois e depois seguimos todos juntos até a sede dos Olhos de Águia.

 


Dia 14/07/2018

Hoje o dia foi de passear, lavar as motocas e a noite fomos no evento dos Olhos de Águia, tinha muita gente lá, encontramos vários amigos de outros Estados e também amigos aqui do Paraná, a noite provamos uma comida feita pela comitiva, falo sem medo, uma das melhores comidas que já provei.


Dia 15/07/2018

    Hoje o dia foi de despedidas da galera que veio até o pantanal com a gente, daqui pra frente o grupo passa a ser os cinco integrantes da Expedição mais o Vanderlei que irá com a gente até Barreiras/BA.

    Saímos bem cedo, o objetivo do dia é tocar até Chapadão do Sul/MS dando uma rápida passada pela capital Campo Grande para fazer algumas fotos para os desafios dos Fazedores de Chuva e até lá tivemos a honra de estar acompanhado do irmão motociclista Alfredo e sua esposa que estavam no evento dos Olhos de Águia e nos acompanharam até a Capital, nos levando até a Prefeitura Municipal e Campo Grande e a Sede Administrativa do Governo do Estado.


Foto; Amanhecer do dia próximo ao Morro do Chapéu.

Seguimos viagem, estrada boa para rodar, tempo bom e aos poucos a paisagem pelo caminho ia mudando, cada vez mais bela para os olhos dos aventureiros, pra mim aquilo tudo era maravilhoso, nunca tinha passado pela região, então estava entusiasmado com tudo.

Alguns quilômetros ainda para chegar em Chapadão do Sul/MS fomos recepcionados pelo amigo Cleber do MC Chapadão, fomos até o MC onde ficamos uma noite, por lá também havia outros motociclistas que estavam na estrada e fizeram aquela festa com a gente durante a noite.


 

 

   

Ler 323 vezes Última modificação em Quarta, 01 Abril 2020 00:03
LUIZ CARLOS ARMACHUSKI

Membro Brazil Rider's com várias viagens feitas pelo Brasil.

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.